segunda-feira, 30 de setembro de 2013

DICAS SOBRE A AGROPECUÁRIA NO BRASIL

DEZ DICAS DE ATUALIDADES – KLÉBER CAVERNA

DICA Nº 04
TEMA:  AGROPECUÁRIA NO BRASIL





1-Nosso país possui um extenso território com relativa variedade de climas, predominantemente quentes, que nos permite o cultivo de quase todos os produtos em larga escala.Também enfrentamos problemas de geadas no Sul e Sudeste durante o inverno, inundações de verão em algumas porções do território nacional e secas prolongadas especialmente no Sertão. Mas, de uma maneira geral, não temos grandes problemas climáticos que nos impeça a prática agrícola.

2-Não podemos deixar de destacar que a  agropecuária tem um papel muito importante no Brasil, tanto no passado como no presente. É necessário saber que agropecuária remete a fusão da produção agrícola com a pecuária. Foi importante para o processo de povoamento do território brasileiro, pois na medida em que as propriedades rurais desbravavam o interior do país surgiam vilas e povoados.A produção agropecuária emprega aproximadamente 10% da população e responde por 8% do PIB brasileiro, vários foram os fatores que determinaram a expansão da agropecuária no país, mas os principais são o grande mercado interno, grande extensões de terras com relevo favorável e o clima

3-O Brasil tem vários tipos de solos, sendo que  alguns de grande fertilidade como a terra-roxa, o massapé e o solo de várzea ou aluvial, porém, também possuímos solos de baixa fertilidade ou problemas como acidez elevada. Muitos solos do país, para produzirem satisfatoriamente, necessitam da aplicação de adubos, corretivos químicos e fertilizantes.

4-Também podemos dar destaque a outros problemas relacionados aos solos do país, tais como a  lixiviação (o empobrecimento dos solos em regiões de climas muito úmidos com chuvas freqüentes que através do escoamento superficial retiram o material fértil do solo); a laterização (constitui na formação de uma crosta ferruginosa endurecida próxima à superfície do solo pela concentração de óxidos de ferro e alumínio, isso por que em áreas de clima tropical em que se alternam uma estação chuvosa (dissolução desses óxidos) e seca (quando esse material se acumula próximo à superfície e forma a crosta).

5- A erosão e esgotamento do solo  é outro fator muito preocupante no Brasil, provocando a destruição física do solo e a perda de sua qualidade. Quando desprotegido, pela retirada da vegetação, acentua-se esse processo, retirando-se as partículas que formam o solo, seus constituintes minerais e orgânicos, podendo dar origem a formação de voçorocas, ou seja, sulcos profundos denominados voçorocas.

6- O uso de técnicas agropecuárias incorretas, predatórias e prejudiciais ao solo: desmatamento (especialmente junto às margens dos rios), monocultura sem os cuidados necessários (reposição do material fértil ao solo), cultivo seguindo a mesma linha do declive do terreno (sem a aplicação das curvas de nível e/ou terraceamento), excesso de animais sobre o solo e excesso de peso sobre o mesmo, também são fatores a serem devidamente observados.
.
7-O agronegócio no Brasil passou a se desenvolver a partir de meados da década de 1960 e acompanhou o crescimento da produção de grãos, sendo que antes a economia agrícola brasileira era caracterizada pelo predomínio do café e do açúcar.Até então, a  produção de alimentos básicos, como milho, arroz e feijão era voltado para a subsistência, e os poucos excedentes dirigidos ao mercado eram insuficientes para formar uma forte cadeia do agronegócio dentro dos moldes hoje conhecidos.


8-Inicialmente calcado na expansão da área plantada, principalmente nas regiões de fronteira, a partir da década de noventa o crescimento da produção, em bases competitivas, passou a depender cada vez mais da adoção de novas tecnologias no processo produtivo.

9-Outro ponto a se destacar são as desigualdades na  estrutura fundiária brasileira, que se  configura como um dos principais problemas do meio rural, isso por que interfere diretamente na quantidade de postos de trabalho, valor de salários e, automaticamente, nas condições de trabalho e o modo de vida dos trabalhadores rurais.Infelizmente, em nosso país ainda existe uma grande parte das terras nas mãos de uma pequena parcela da população,sendo que essas pessoas são conhecidas como latifundiários, sendo que existem milhares de minifundiários,  proprietários de milhares de pequenas propriedades rurais espalhadas pelo país, sendo algumas delas tão pequenas que muitas vezes não conseguem produzir renda e a própria subsistência familiar suficiente.

10-Segundo a Comissão Pastoral da Terra (CPT), houve no campo  um crescimento de 24% nos assassinatos em relação a 2011 (de 29 para 36), de 51% nas tentativas de assassinato (de 38 para 77) e de 11,2% no número de trabalhadores presos (de 89 para 99). Rondônia foi o estado em que mais se assassinou pessoas devido a disputas por terra com oito casos. Em seguida, vem o Pará (6) e em terceiro lugar o Rio de Janeiro (4).A região amazônica a que concentra a maior parte dos conflitos por terra, 15% dos conflitos envolvem populações indígenas, 12% quilombolas; 9% outras comunidades tradicionais. Segundo o documento, os indígenas e camponeses contam apenas com a força de sua resistência e o apoio de seus aliados. Por outro lado, os interesses do capital "são defendidos, estimulados e financiados pelos poderes públicos, e são enaltecidos pela grande mídia”.


Prof Kléber


.

DICAS DE TRANSPORTES NO BRASIL

DEZ DICAS DE ATUALIDADES – KLÉBER CAVERNA

DICA Nº 03
TEMA:  TRANSPORTES NO BRASIL



1-é importante que destaquemos que as primeiras medidas concretas para a formação de um sistema de transportes no Brasil só foram estabelecidas em 1934, no governo de Getúlio Vargas. Desde a criação da primeira estrada de ferro até 1946 os esquemas viários de âmbito nacional foram montados tendo por base as ferrovias, complementados pelas vias fluviais e a malha rodoviária. Esses conceitos começaram a ser modificados a partir de então, especialmente pela profunda mudança que se operou na economia brasileira, e a ênfase passou para o setor rodoviário, principalmente a partir do governo JK.

2-Nossa matriz de transportes é predominantemente rodoviária.

3-O grande volume movimentado e o fato de ser um dos modais com preço unitário mais elevado – perdendo apenas para o aéreo – fazem com que o transporte rodoviário de cargas tenha ampla representatividade nos custos logísticos do País, elevando o chamado “Custo Brasil”

4-A malha rodoviária brasileira possui em torno de 1,6 milhão de quilômetros de extensão (de estradas pavimentadas e não pavimentadas), com uma densidade de 0,2 km/km2 de área do País. Mais da metade das estradas se localiza nas regiões Sul e Sudeste, as quais concentram 73% do Produto Interno Bruto nacional. Cerca de 80% das rodovias estão sob jurisdição municipal (1,3 milhão de quilômetros), com o restante sendo responsabilidade do Governo Federal e dos Estados – 76 mil km e 220 mil km, respectivamente.

5-A primeira estrada de ferro brasileira foi inaugurada no Rio de Janeiro em 1854, com 14,5 km de extensão, unindo a Baía de Guanabara ao sopé da Serra da Estrela, no caminho de Petrópolis. A partir daí, o setor ferroviário se desenvolveu de forma acelerada até 1920. A década de 1940 marcou o começo do processo de estagnação, que se acentuou com a ênfase do poder central na malha rodoviária. Diversas ferrovias e ramais começaram a ser desativados e a rede ferroviária, que em 1960 tinha 38.287 km, reduziu-se a 26.659 km em 1980. A crise do petróleo na década de 1970 mostrou a necessidade da correção da política de transportes, mas dificuldades financeiras impediram a adoção de medidas eficazes para recuperar, modernizar e manter a rede ferroviária nacional, que entrou em processo acelerado de degradação.

6-O transporte hidroviário em nosso país também fica muito a desejar. No que se refere a  navegação fluvial é o sistema de menor participação no transporte de mercadoria no Brasil. Isto ocorre devido a vários fatores. Muitos rios do Brasil são de planalto, por exemplo, apresentando-se encachoeirados, portanto, dificultam a navegação. O Brasil tem mais de 4 mil quilômetros de costa atlântica navegável e milhares de quilômetros de rios, porém, ainda muito subutilizados.Nossos portos são numerosos, mas ainda apresentam muitas deficiências técnicas e de infra estrutura.

7-Nosso transporte aéreo foi implantado 1927, e  realizado por companhias particulares sob o controle do Ministério da Aeronáutica no que diz respeito ao equipamento utilizado, abertura de novas linhas etc. A rede brasileira, que cresceu muito até a década de 1980, sofreu as conseqüências da crise mundial que afetou o setor nos primeiros anos da década de 1990. O transporte aeroviário é responsável por 4% do movimento total de passageiros no Brasil. No segmento de carga, sua participação é de 0,65%. A receita total do setor gira em torno de R$ 12 bilhões ao ano.

8-Em 2012 o governo leiloou três aeroportos para entregá-los à iniciativa privada: Guarulhos, em São Paulo, Viracopos, em Campinas (SP), e Juscelino Kubitschek, em Brasília, e agora pretende fazer o mesmo com os aeroportos do Galeão (RJ) e de Confins (MG). A administração desses terminais será concedida à iniciativa privada por um prazo determinado, e durante esse período a Infraero manterá 49% das ações dos aeroportos. 
9-É importante que entendamos que os transportes contêm três elementos: infraestrutura, veículos e operações comerciais. Infraestrutura é a malha de transporte: rodoviária, férrea, aérea, fluvial, tubular, etc. Os veículos são automóveis, bicicletas, ônibus, trens e aeronaves, que utilizam essa malha. As operações são as formas como esses veículos utilizam a rede, como diretrizes,códigos , leis, etc.

10-Em resumo é importante que frisemos que o transporte multimodal é a melhor opção para o Brasil, pois a associação de vários sistemas de transporte e a criação de terminais rodoviários, ferroviários e hidroviários reduziriam os fretes, aumentariam a competitividade dos produtos e permitiriam uma maior integração territorial.


Prof. Kléber



.



quarta-feira, 25 de setembro de 2013

EXERCÍCIOS DE ATUALIDADES - CONCURSO PARA PROFESSORES DA REDE PÚBLICA DO DF

COMENTÁRIOS DOS ITENS ERRADOS


QUESTÃO 1

3-a presidente propôs a criação de um plebiscito.

5-a  medida não foi bem aceita pela comunidade médica.

7-a destinação era para ser de 100% mas foi aprovado o total de 75% royalties do petróleo para investimentos na educação e 25% para a saúde.

 QUESTÃO  2

2-a lei deve ser promulgada

3-Houve um plebiscito, em 1993( para que os eleitores opinassem sobre qual o sistema de governo deveria ser adotado no país – monarquia parlamentar ou República; parlamentarismo ou presidencialismo), e um referendo, em 2005(referendo sobre a liberação da compra de armas). Também tivemos um plebiscito no Pará em 2011(foi sobre a divisão do Estado do Pará, que foi rejeitada.   )

8-não ocorreu jogos em São Paulo no  Morumbi.O estádio de São Paulo será o do Corinthians, e ainda não foi inaugurado.


QUESTÃO 3

 3-a  OTAN, OMC, OEA ,ao são blocos econômicos.

7-A União Europeia é formada por 27 países–membros, porém, 1º deles estão fora da Zona do Euro e não são uma união econômica e monetária , onde os seus participantes usufruem de uma tarifa externa comum; de uma livre circulação de capitais, serviços, mercadorias e pessoas e de uma moeda única para todos.


QUESTÃO 4

2- durante a crise o FMI ajudou na tentativa de resgatar esses países da crise.

5- o Brasil não  está imune a crise.
7-não existem benesses de um regime político democrático e neoliberal.A China é um país ditatorial e tem um socialismo de mercado, ou seja, um sistema socialista com concessões ao capitalismo.


QUESTÃO 5

1–Os países dos BRICS realmente são considerados do “Sul”,porém , os países do G4 tem nações do “Sul”( Brasil e Índia) e do “Norte” (Japão e Alemanha).

2–O G20 é um grupo constituído por países das economias mais desenvolvidas e emergentes do mundo, sendo criado em 1999, na esteira de várias crises econômicas da década de 1990, e é uma espécie de fórum de cooperação e consulta sobre assuntos financeiros internacionais.

4– O G5+1consiste nos cinco países do Conselho de Segurança da ONU  EUA/FRANÇA/RU/CHINA/RÚSSIA e  a ALEMANHA.

6–a OTAN é uma organização militar.


QUESTÃO 6


2-Os dois irmãos acusados dos atentados em Boston agiram sozinhos.

3-O IDH chinês é muito baixo.101º colocado  com um IDH de 0,999.

4-A China é a  segunda maior economia do mundo (fica apenas atrás  dos Estados Unidos).



QUESTÃO 7

1-Não existe o Sudão do norte, na verdade esse país tem o nome de Sudão.Realmente ocorreu a divisão do Sudão e o novo país é o Sudão do Sul que possui grandes reservas de petróleo, mas não tem refinarias e portos para escoar sua produção desse importante recurso energético.

3-A chamada Primavera Árabe teve início na Tunísia e se estendeu por vários países africanos, onde podemos destacar a Egito e a Líbia, bem como alguns países do Oriente Médio, principalmente a Síria e o Iêmen.

5-A chamada Primavera Árabe ainda não teve o seu fim,porém, o caso mais significativo é da resistência de Bashar al Assad na Síria e os recentes conflitos que voltaram a acontecer no Egito, depois da queda do sucessor de Mubarak, o ex-presidente Mohamad Morsi.

7-o erro desse iten consiste no fato que nem todos os representantes do Conselho de Segurança da ONU autorizaram ataques à Síria. Nesse caso, Rússia e China se opuseram.


QUESTÃO 8

5-(   )- Na verdade nenhuma dessas medidas foram aprovadas .

QUESTÃO 9

2-No caso específico do Brasil,dentro dos BRICS, realamente apresentamos uma certa estabilidade monetária; um sistema democrático;porém,não podemos dizer que temos uma boa gestão dos gastos públicos; ou avanços de nossas reformas tributárias e previdenciárias.Por outro lado, a ascensão de nosso PIB nem sempre está associado a uma ao crescimento acelerado de nossa balança comercial.

3-Os BRICS  não formam um bloco econômico, uma vez que não estão em nenhuma fase dos blocos regionais(ZLC,UA,MC ou UEM).

7- Julian Assange não é terrorista. Realmente ele nasceu na Austrália e é o criador do Wikileaks, que estando refugiado há um ano na embaixada do Equador em Londres, sob a proteção do presidente Rafael Correa.

  
QUESTÃO 10

 

2 -O Protocolo de Kyoto foi ratificado em fevereiro de 2005.

4-Na COP-17 em Durban na África do Sul não foi ratificado o Protocolo de Kyoto , uma vez que isso já havia acontecido em 2005.

 


QUESTÃO 11

2-China, a Índia e o Brasil não estão fora do Protocolo de Kyoto. 

3-A Chuva ácida, o efeito estufa, a eutrofização e a maré negra e vermelha e a destruição da camada de ozônio,são exemplos de problemas ambientais de origem tanto antrópica(humana) como natural, bem como o desmatamento e a poluição das águas e do solo também podem ter sua gênese tanto humana como natural.


QUESTÃO 12

1-a nossa população é atualmente bastante urbanizada , sendo que aproximadamente 84% , porém encontra-se mal distribuída pelas nas cidades do país.

2-não existiram políticas governamentais após a década de 1980 (década perdida), de controle da natalidade.Por outro lado, o que ocorreu foi a queda do crescimento vegetativo(diferença entre a taxa de natalidade e a taxa de mortalidade) e da taxa de fecundidade(número médio de filhos por mulher)que cai para níveis bastantes baixos, estando atualmente em 1,9 filhos por mulher.

QUESTÃO 13

5-Nosso paíos não está muito próximo dos países centrais nas questões ligadas ao “welfare state”, ou seja, o “estado de bem estar social”.


QUESTÃO 14

3-o Pastor Marco Feliciano (PSC-SP)não é Senador, ele é Deputado Federal.

5- Barbosa é o primeiro negro a presidir a Corte.





 Professor KléberCaverna





sexta-feira, 20 de setembro de 2013

PLÊIADE DE GEOGRAFIA


CONTEÚDO DO CURSO: Baseado no edital 2013.


URANI ( 4 encontros )

1. Fundamentos teóricos do pensamento geográfico e sua história.
2. As categorias de análise atuais do pensamento geográfico.
5. A mundialização do capitalismo e a geopolítica mundial no final do século XX e nos dias de hoje.
6. A geopolítica e as redefinições do território: os conflitos políticos, étnicos religiosos e a nova organização econômica mundial.

REGINALDO VERAS ( 3 encontros )

7. Interação sociedade-natureza: os impactos ambientais, o uso e a conservação do solo, da água e da cobertura vegetal.
8. As mudanças climáticas.
3. A regionalização do Brasil: Sociedade, Industrialização e Regionalização do Brasil.
4. A regionalização do mundo.
10. Sociedade industrial e o ambiente.
12. População e industrialização e urbanização brasileira.

KLEBER – ( 3 encontros )

9. Geoecologia: o clima, os solos e a biota.
11. O atual período técnico-científico informacional na agricultura e na indústria: inovações tecnológicas, fluxos de capital e de informações.
13. Agricultura brasileira: transformações recentes. Representações cartográficas: conceitos e linguagens.
14. Questões relacionadas ao processo de ensino-aprendizagem de Geografia.


MATERIAL DO CURSO:
 produzido pelo professor e disponibilizado no Espaço do Aluno (SEA).


PÚBLICO-ALVO:
 candidatos ao concurso público para SEDF - Cargo 214 - Geografia.


NÃO HAVERÁ AULA NO DIA 10/11 E SERÁ TRANSFERIDA PARA O DIA 15/11 (FERIADO), NO PERÍODO DA MANHÃ.
NO DIA 09/12 HAVERÁ AULA NOS TURNOS MATUTINO E VESPERTINO.


VENHAM FAZER ESSA PLÊIADE CONOSCO !!!


PROFESSOR KLÉBER CAVERNA

.

domingo, 15 de setembro de 2013

DICAS DE ENERGIA NO BRASIL

DEZ DICAS DE ATUALIDADES – KLÉBER CAVERNA

DICA Nº 02
TEMA:  ENERGIA NO BRASIL


1- Nossa matriz energética é predominantemente composta por fontes não renováveis(petróleo,gás natural,carvão mineral e energia nuclear), apesar que as fontes renováveis(bioenergia,hidrelétricidade,eólica e solar) também possuem uma ótima fatia da nossa matriz.

2-A descoberta de petróleo na camada de pré-sal pode colocar o Brasil como detentor da terceira maior reserva do mundo, atrás somente de Arábia Saudita e Canadá. E, somadas às reservas da Venezuela, do Equador e da Bolívia, fortalecem a posição sul-americana em relação às potências econômicas do hemisfério norte.

3-O Biocombustível é originário de fontes renováveis da biomassa, como, por exemplo, o álcool e resíduos de madeira, o biodiesel. São exemplos de biocombustíveis: o carvão vegetal: resíduos sólidos da destilação destrutiva e pirólise da madeira e de outros materiais vegetais; os biodigestores,a cana de açúcar, o bagaço de cana, óleos vegetais e da madeira, derivados de leite, gordura animal, entre outros.
4-Do total de biomassa consumido no Brasil em 2012, 74 milhões tep (tonelada equivalente de petróleo – unidade padrão utilizada para somar valores das diferentes formas de energia) foram utilizados para calor de processo na indústria e 6 milhões tep foram dedicados à geração de energia elétrica, perfazendo um total de 80 milhões tep, valor equivalente ao consumo total de energia da Argentina.

5-Nosso país é uma das nações do mundo que mais construí barragens, e está altamente dependente em hidroeletricidade, com mais de  80% da sua energia elétrica proveniente de grandes represas. A construção de barragens no Brasil já provocou enormes impactos sociais e ambientais e  se estima que um milhão de brasileiros já sofreram impactos da construção de barragens, e que 70% dessas populações nem sequer receberam indenização para as suas perdas. As hidrelétricas que mais chamam a atenção da mídia são: Belo Monte(Rio Xingu –PA), Jirau e Santo Antônio(Rio Madeira – RO), Itapu( Rio Paraná – PR, fronteira com o Paraguai), Tucuruí(Rio Tocantins-PA).

6-A falta de interligação do sistema de transmissão em todo o país é apontada por especialistas do setor como a principal causa da crise energética atual. De modo geral podemos dizer que está sobrando energia no Sul e faltando no Sudeste e a interligação resolveria o problema sem a necessidade de racionamento


7-Nosso país ainda é muito dependente do gás natural da Bolívia que vem pelo gasoduto BOLÍVIA-BRASIL , porém , com as descobertas em MG na região de Morada Nova e em Tefé, no estado do Amazonas, além de Mexilhão , na região do pré-sal, em poucos anos poderemos nos transformar em autossuficientes nesse combustível fóssil.

8-O Brasil possui uma das maiores reservas mundiais de urânio o que permite o suprimento das necessidades domésticas a longo prazo e a disponibilização do excedente para o mercado externo. No Brasil, o Urânio é usado para pôr em funcionamento as usinas nucleares de Angra dos Reis. A Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto é formada pelo conjunto das usinas nucleares Angra 1, Angra 2 e Angra 3, sendo o resultado de um longo Programa nuclear brasileiro que remonta à década de 1950.


9-O Brasil é o País da América Latina e Caribe com maior capacidade de produção de energia eólica, com potencial estimado de 143.000 Mega Watts (MW),dispondo também de um grande potencial de energia solar, devido ao posicionamento geográfico de nosso país em áreas tropicais e equatoriais, porém, ainda fazemos pouco uso dessas fontes alternativas de energia.


10-A presidenta da República, Dilma Rousseff, sancionou sem vetos no dia 9 de setembro de 2013, no Palácio do Planalto, o texto do projeto que destina 75% dos royalties do petróleo e 50% do Fundo Social do Pré-Sal para educação. O documento determina ainda que 25% dos royalties devem ser usados para a pasta de saúde. A saúde pública deve receber R$ 83 bilhões em recursos ainda em 2013. O projeto foi aprovado na Câmara em 14 de agosto, depois de ter sido votado no Senado. O texto assinado pela presidenta é o mesmo aprovado nesta data pelo Congresso Nacional. As receitas provenientes do Pré-sal vão gerar recursos para educação, saúde e meio ambiente. Além disso, o Pré-sal alavancará investimentos em diversos setores da economia brasileira. O Fundo Social do Pré-sal terá como recursos parcela do valor do bônus de assinatura dos contratos de partilha de produção, a parcela dos royalties que cabe à União e a receita obtida com a venda de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos.



Professor Klébercaverna

.


quinta-feira, 12 de setembro de 2013

DICAS DE POPULAÇÃO DO BRASIL

DEZ DICAS DE ATUALIDADES – KLÉBER CAVERNA

DICA Nº 01
TEMA:  POPULAÇÃO DO BRASIL

DEZ DICAS DE ATUALIDADES – KLÉBER CAVERNA

DICA Nº 01

TEMA:  POPULAÇÃO DO BRASIL:

1-O IBGE divulgou nesse início do segundo semestre de 2013 que a população do Brasil é de 201.032.714 habitantes da irá aumentar para  212,1 milhões em 2020, até alcançar o máximo de 228,4 em 2042. 
2-Segundo estudos feitos pelo IBGE, a partir de 2042 , nossa população não irá mais aumentar quando chegará a 228,4 milhões de habitantes, e a partir de então vai começar a diminuir.                                                                           
3-Nosso país também esta vivenciando uma significativa queda da taxa de natalidade e o aumento da expectativa de vida, onde em 2060 o Brasil tenha dois habitantes com mais de 65 anos para cada criança. 
4-Em 2013, a média é que cada mulher tem 1,77 filho, tendo sido projetado para 1,61 filho em média por mulher em 2020 até atingir 1,5 filho em média por mulher em 2030.

5- Nossa expectativa de vida, segundo o IBGE, vai aumentar. Em 2013, o bebê nasce com expectativa de viver 71,2 anos se for menino e 74,8 anos se for menina.


6-Já entre as unidades da Federação, a esperança de vida em Santa Catarina deve alcançar os 80,2 anos já em 2020.


7- A população brasileira está mais urbanizada, sendo que 84,4% vivem nas cidades, ou seja,160.879.708 de habitantes. 
8-Dados completos do Censo 2010, confirmam a redução do analfabetismo em todas as regiões e a manutenção dos quadros de desigualdade - a população branca ganha até 2,4 vezes mais que a negra nos municípios de maior porte e o homem ganha 42% mais que a mulher. 
9-Com uma população de 190,7 milhões(censo 2010), o Brasil tem 84,4% de seus habitantes morando nas cidades e quase 40% das famílias chefiadas por mulheres. 
10-Outro dado é que 80% das mortes de jovens entre 20 e 24 anos são de homens.





Prof. KLÉBER

.